Search...

Carregando...

Assassinato de JFK

Por que mataram John Kennedy? Talvez essa pergunta nunca seja respondida, assim como as inúmeras mortes em circunstâncias misteriosas na família de ex-presidente.

John Kennedy foi o quarto presidente dos EUA a ser assassinado. A trágica cena do desfile presidencial em 22 de novembro de 1963, gravada no estado de Dallas por um cinegrafista amador, revelou que a morte de John Kennedy revela segredos e mistérios até hoje especulados pelo público em geral.

Vamos por partes. O primeiro mistério é que havia no local dois assassinos, não um como foi revelado pela mídia. Isso porque, segundo as gravações, o presidente foi atingido por um tiro na parte frontal da cabeça. Contudo, o assassino oficial estava posicionado atrás da limusine quando foi dado o primeiro disparo, sugerindo que o tiro foi disparado por outra pessoa. Uma hora após o crime, Lee Harvey Oswald foi preso com a arma que matou o presidente e confessou o crime, impossibilitando a confirmação dessa teoria. Dois dias após o assassinato, Oswald foi encontrado morto na garagem da delegacia de polícia por um homem que disse querer se vingar a morte do presidente.


Muitas mortes aconteceram após o desastre que abalou o mundo. Lee Bowers Jr. disse que viu o desfile presidencial em Dallas e avistou dois homens armados atrás de uma cerca. Segundo Bowers, os suspeitos fugiram após o tiro que tirou a vida de Kennedy. Apesar de ninguém ter dado crédito ao depoimento de Bowers, a imprensa continuou divulgando sua versão. Três anos mais tarde, ele morreu num estranho acidente de carro – batendo numa ponte.

O deputado Hale Boggs discordou publicamente da teoria da existência de apenas um atirador. Ele afirmou que estava sendo pressionado pelo FBI para mudar de ideia. O deputado desapareceu misteriosamente junto com o avião no qual viajava para o Alasca, e jamais foi encontrado. Boggs fazia parte da Comissão Werren, responsável pela investigação do assassinato de Kennedy.


Um agente da CIA chamado Gary Underhill declarou que alguns de seus colegas estavam envolvidos na morte do presidente Kennedy. Ele foi encontrado morto com uma bala na cabeça e uma arma automática na mão esquerda. Gary era destro.


E a lista de mortos não para por aí. O fato é que todos aqueles que de alguma maneira apresentaram hipóteses contrárias às divulgadas pela Comissão Werren, foram mortos misteriosamente.


O irmão mais velho do então ex-presidente John Kennedy, Joseph P. Kennedy Jr., de 24 anos, morreu quando pilotava um avião militar que explodiu sobre a Europa.


Em Junho de 1968, Robert F. Kennedy, irmão do presidente e Secretário da Justiça, foi assassinado num hotel em Los Angeles aos 42 anos de idade. O assassino que o matou no saguão do hotel estava de frente para a vítima, mas a bala que o matou foi disparada pelas costas de Robert, pois ela estava alojada na nuca.



Algum tempo depois, dois filhos de Robert morreram também tragicamente. Em 25 de abril de 1984, David Kennedy faleceu após uma overdose de drogas em West Palm Beach , na Flórida. Em Dezembro de 1997, Michael Kennedy morreu em um acidente de esqui em Aspen, Colorado.


A última morte aconteceu em Julho de 1999 quando o filho do presidente Kennedy, John Kennedy Jr. – John-John como era mais conhecido -, morreu num acidente de avião junto com sua esposa Carolyn.





“Senhoras e Senhores,


A palavra “segredo” é repugnante numa sociedade livre e aberta, e nós opomo-nos inerente e historicamente às sociedades secretas,juramentos e procedimentos secretos.


Opor-nos-emos em qualquer parte do mundo a conspirações monolíticas e rudes que sigilosamente vão expandindo as suas esferas de influência.


Em infiltração em vez de invasão, em subversão em vez de eleição, em intimidação em vez de liberdade de escolha.


É um sistema que tem aprisionado pessoas e coisas, a teias bem construídas uma máquina suprema e eficiente que combina militares, diplomacia, inteligência, economia, política, ciência e operações políticas.


As suas tarefas são escondidas, não publicadas. Os seus erros são enterrados, e não divulgados.


Os desacordos são silenciados, não orientados. Nenhuma despesa é questionada, nenhum segredo é revelado.


Essa foi a razão pela qual o legislador Grego Sólon considerou CRIME a qualquer cidadão que se acovarde perante uma discussão.


Estou pedindo ajuda numa tremenda tarefa de informar e alertar o povo americano.




Creio que com a sua ajuda as pessoas serão aquilo que nasceram para ser livre e independentes.”



John Kennedy, dias antes de ser assassinado

Será que o assassinato de Kennedy foi planejado pela CIA? Não deixe de comentar!

O Hospital Assassino

E ai galera, como cês tão? Estou sem criatividade pra criar textos, e correr atrás de matérias que sejam "de minha autoria", então vou deixar com vocês um texto que peguei no lindo do Minilua. Mas isso vai mudar, só tempo de eu voltar a me acostumar a postar no blog. Beijão, segue o texto...


A Rússia com certeza é um país onde muitas coisas estranhas acontecem, por isso, já era de se esperar que existissem alguns lugares muito macabros por lá, e um dos mais assombrosos está justamente na capital do maior país da Terra: Moscou. Lá, há um hospital que ainda não terminou de ser construído, mas que já fez algumas pessoas desaparecerem misteriosamente, e por causa disso acabou ganhando o apelido de “hospital assassino”.

Não sei se vocês já assistiram ao famoso Resident Evil, pois bem, nele há um centro médico, e é justamente no hospital de Moscou chamado Khovrino que o centro médico do jogo foi inspirado.


Alguns dizem lá já foram cultivados alguns vírus mortais e que o lugar abriga um portal para um universo paralelo.

O hospital era para ser um dos melhores da capital, com vários leitos e profissionais muito bem qualificados, entretanto, quando estava quase pronto, os projetos finais foram congelados até segunda ordem – a qual nunca foi dada. Essa ordem de interromper a construção do edifício foi baseada no fato de que o solo onde estava não era um local sólido o suficiente, tanto que hoje o primeiro andar já está abaixo da terra e o porão encontra-se completamente inundado.

Como o prédio nunca foi derrubado, ele acabou servindo de abrigo para satanistas e criminosos, e, mesmo assim, acabou atraindo vários turistas do mundo afora. O lugar encontra-se em vigilância e está completamente cercado por uma cerca de arame, às vezes é possível ver algumas pessoas cortando o arame e invadindo o hospital, mas a maioria delas nunca mais sai de lá...

Confira algumas imagens do hospital assassino:









Até a próxima rapeize, e não se esqueçam de curtir o Doce Terror no Facebook

O Exorcista

Bom eu vou estar iniciando hoje, uma série na qual vou estar disponibilizando um filme para download e vou também botar minha opinião e nota para ele, nota inclusive da qualidade de áudio e vídeo.Só lembrando que eu não sou um grande conhecedor de filmes nem especialista nisso, vou estar falando o que eu achei.Eu vou estar disponibilizando aqui 2 downloads: Um legendado e um dublado.Mas esse filme, só achei dub
lado

Filme de Hoje: O Exorcista ( 1973 )



Ficha Técnica:

Título Original: The Exorcist 
Gênero: Terror
Duração: 2h 3mins
Áudio: Português
Legenda: Sem Legenda

Minha crítica/opinião ( que ninguém quer saber. essa mesmo ):

Bom, eu achei o filme muito bom, mas todo filme tem alguma coisa que a gente não gosta. Por exemplo, no começo do filme, há muitos diálogos e conversas e nenhuma cena interessante.A Partir das meia-hora de filme começa já a ficar bom.Mas é um filme muito bom e vale a pena assistir.

Notas:

Áudio: 8,5
Imagem: 9
Minha Nota para o Filme: 9,5

Download do Filme :

O Exorcista [ Dublado ]


Bom, espero que gostem do filme e sintam e emoção e medo que eu senti ao asistir.
Dica: Vejam o filme no escuro e com fones de ouvido, sem nenhum barulho externo, isso vai dar mais realidade ao filme.
Deixem seus comentários sobre o filme !

Fonte do Download: Filmes Completos

Os 10 filmes mais bizarros do mundo

Bom galera, fiquei devendo pra vocês uma lista dos filmes mais bizarros do mundo, qiando fiz um post falando sobre o filme Cannibal Holocaust, então aqui vai. Só queria dizer também, que pretendo assistir todos esses filmes e fazer uns posts falando mais sobre o filme. Ah, esqueci de dizer que peguei no Esquilo Verde. Então...

01 - Salò, or the 120 Days of Sodom (1975)

Sinopse: Quatro libertinos fascistas sequestram 18 adolescentes para submetê-los a 120 dias de tortura física, mental e sexual.



02 -  A Serbian Film (2010)

Sinopse: Um ator pornô aposentado concorda em participar de um “filme de arte”, a fim de melhorar suas financias, até perceber que foi convocado para fazer um filme de pedofilia e necrofilia.



03 - Cannibal Holocaust (1980)

Sinopse: Um professor americano retorna de uma missão de resgate na floresta amazônica com o material filmado por uma equipe de documentaristas perdidos que estavam fazendo um filme sobre tribos canibais.



04 -  Nekromantik (1987)

Sinopse: Rob trabalha recolhendo cadáveres, que são levados para o necrotério. Quando acha um corpo próximo a um lago, ele o leva para casa para satisfazer aos seus desejos e de sua mulher, até descobrir que ela prefere o cadáver a ele.



05 - Pink Flamingos (1972)

Sinopse: A trajetória da drag queen Divine pelo título de “pessoas mais sórdidas do mundo”, que passa desde mãe e filho praticando sexo oral a sexo entre um casal e uma galinha.



05 - Henry: Portrait of a Serial Killer (1986)

Sinopse: Baseado na história verídica do psicopata Henry Lee Lucas.



07 - I Spit on Your Grave (2010)

Sinopse: Uma jovem escritora, resolve ir para uma sossegada cabana na mata com o objetivo de escrever seu novo livro. Sua presença logo é notada em um pequeno vilarejo próximo, o que faz com que alguns moradoras resolvam lhe pregar um susto. A brincadeira vai longe demais incluindo atos de humilhação, tortura física e psicológica. Ela consegue escapar e, a partir de então, concentra todo seu tempo e forças para planejar sua vingança.



08 - Tras el cristal (1987)

Sinopse: Um médico nazista, que tinha fantasias por jovens garotos, sente-se culpado após torturar e assassinar sua última vitima e se joga de um telhado. Alguns anos mais tarde, o doutor, confinado em um pulmão de aço, aceita, como, enfermeiro, um garoto que secretamente testemunhou aquele assassinato.



09 - Aftermath (1994)

Sinopse: Controverso curta metragem do espanhol Nacho Cerdà mostra atividades secretas de um funcionário de necrotério.



10 - The Human Centipede 2: Full Sequence (2011)

Sinopse: Um homem fica obcecado com uma gravação de DVD sobre o primeiro filme da série, ele decide então realizar sua própria centopeia humana.

Cannibal Holocaust

E aí galera, de boas? Primeiramente, queria dizer que vou voltar com o blog, se é que alguém ainda está lendo. Mas mesmo assim, eu gosto de escrever. Então, coincidentemente, eu resolvi assistir um filme bizarro na madrugada de terça pra quarta, o que me deu a oportunidade perfeita de voltar com o blog já com um post bem interessante, em uma série aqui do blog. Então, é o seguinte: O filme de hoje é BIZARRO demais! Eu achei esse filme, em uma lista com os 10 filmes mais bizarros da história (que vou compartilhar com vocês, mas não agora).

O filme se chama Cannibal Holocaust. Eu acredito que já tenham ouvido falar sobre, ou não.



Sinopse: Um grupo de pessoas, resolve explorar uma área que contém algumas tribos canibais, para fazer um documentário. Porém, eles não retornam. Assim, um dos organizadores dessa "expedição", resolve voltar a esse lugar para tentar encontrar esse grupo de pessoas. Ele acaba descorbindo, nessa nova expedição, que esse grupo de pessoa foi devorado brutalmente pelos canibais e acaba encontrando a fita com tudo que eles gravaram. (Não sou bom em fazer sinopse. Sim, eu que fiz.)

Ficha técnica:

Título Original: Cannibal Holocaust
Gênero: Suspense/Terror/Gore
Ano de Lançamento: 1980
Origem: Itália
Direção: Ruggero Deodato
Roteiro: Gianfranco Clerici

Minha opinião (Essa mesmo, que ninguém quer saber):

Cara, acho que não tem o que falar sobre o que eu vi. Se você tem estômago fraco, recomendo não assitir, tem cenas realmente bizarras. Tive algumas dúvidas sobre certas cenas, em que mostram pessoas multilando animais. Parece que usaram animais de verdade pra fazer a cena, porquê ficou muito perfeito. Mas acho que se fosse de verdade, não deixariam mostrar isso, ou deixariam sei lá.


Download:


Formato do arquivo: AVI
Tamanho: 730Mb
Qualidade: De video e áudio, achei de bom tamanho pra época em que foi produzido.

Baixar Cannibal Holocaust
Legenda

Rapeize, vou começar a disponibilizar os downloads em torrent, que é bem mais fácil de baixar e não tem problemas com o download. Qualquer dúvida quanto a downloads torrent deixe nos comentários que faço um tutorial explicando. Espero que tenham gostando do retorno do DT, em breve, mais posts. Até mais :v

It's The End

Aqui faço minha ultima postagem, estoud ecidindo acabar co o blog, já que não tenho muito tempo para postar e nem criatividade para escrever e manter o blog, fora também que o blog não tem muitas visitas. Mas não vou apagar o blog, vou deixar como está, para quem quiser ler postagens antigas!

Aviões do Voo 19 Vistos na China

Bom, aposto que muita gente aqui, jpa ouviu falar do Mistério do Voo 19, um grupo de aviões americanos que sumiu no triângulo das bermudas. Pois isso aconteceu hpa muito tempo, durante a 2° guerra mundial. E algumas pessoas na China, confirmam que viram aviões parecidos com esse, pousando em um deserto, na China, mas que os pilotos não estavam nos aviões, eram pilotos chineses. E li uma coisa no minilua, que parece que tem uma 'relação' com esses relatos, uma pista de pouso misteriosa, em um deserto na china, que pode ser vista pelo Google Earth, e que também tem várias marcas misteriosas perto. Enfim, confiram vocês mesmo:


alguém concorda, que pode haver uma relação, mesmo que não faça sentido ? Será que o governo chinês rouba aviões ? 


a Lenda da Morte de Paul McCartney




A lenda da morte de Paul McCartney, também conhecida como "Paul is dead" (Paul está morto), consiste basicamente em boatos de que o integrante dos Beatles teria morrido em um acidente (1966) e teria sido substituído por um sósia.

Os boatos começaram em 1966, logo após o lançamento do álbum Revolver, quando os Beatles pararam de excurcionar devido a dificuldade de tocar ao vivo os arranjos cada vez mais complexos e inusitados de suas músicas aliado a um acidente de motocicleta, sem maiores consequências, sofrido por Paul McCartney.



A Tese
De acordo com boatos Paul teria morrido em um acidente de carro às 5 horas da manhã de uma quarta-feira, dia 9 de novembro de 1966, quando teria sofrido um esmagamento craniano e/ou sido decapitado ao colidir com outro veículo por não ter observado o sinal do cruzamento fechar, conforme teria sido contado posteriormente na música A Day in the Life: "he blew his mind out in a car…he didn’t notice that the lights had changed" (ele estourou sua mente em um carro…não percebeu que o sinal havia mudado), ainda teria perdido seu rosto e seus dentes, por isso não teria sido possível a identificação do cadáver.

Para que o grupo não se desfizesse, uma vez que estava no auge do sucesso, a gravadora Capitol providenciou imediatamente alguém para substituí-lo. Surgiu neste cenário macabro, um tal de William Campbell, músico, quase tão talentoso quanto Paul e que havia ganho há pouco tempo um concurso de sósias. A verdade é que o rapaz nunca mais foi visto em sua cidade depois disso. John Lennon, que jamais aceitara a idéia da farsa, começou a espalhar dicas ou pistas subliminares para os fãs do grupo, sobre a morte do parceiro, nas famosas capas e nas letras dos álbuns da banda.

A notícia correu o mundo, virou obsessão de fãs-detetives durante anos, se transformou em livros, especiais de TV, sites e filme. Apesar de ser veementemente negado por todos os envolvidos, as inúmeras “evidências” pesquisadas mantém viva a lenda "Paul is Dead". Confira abaixo:



As dicas subliminares deixadas por John

- Na capa do "Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band – 1967

Esta capa está recheada de mensagens subliminares. Todo o conjunto de elementos desta capa estariam retratando uma espécie de funeral (o de Paul) com todas aquelas pessoas olhando (note os arranjos de flores típicos de um funeral).



Um dos arranjos de flores forma o desenho de um baixo Hofner semelhante ao que Paul tocava, inclusive virado para a direita visto Paul ser canhoto, isto indicaria que é Paul o cadáver que acabou de ser sepultado. O baixo tem apenas três cordas ao invés de quatro, uma referência aos Beatles sem o seu quarto companheiro.



Outro arranjo onde aparentemente está escrito Beatles na realidade deve ser lido como "Be At Leso" ou "Fique em Leso". Paul teria sido enterrado na ilha de Leso.



Sobre a cabeça de Paul há uma mão aberta. Uma mão aberta sobre a cabeça é uma maneira de abençoar as pessoas que morrem. Isto se repetiria posteriormente conforme veremos.



Uma boneca da gravura da capa segura um carro de brinquedo. O carro seria do mesmo modelo do em que Paul haveria morrido.



Embaixo do T de Beatles na capa há uma pequena estatueta de Shiva, Deus Hindú da morte. A estátua aponta para Paul.



Na foto da contracapa todos os beatles olham para a frente, com excessão de Paul. Em uma foto do encarte Paul tem no braço uma insígnia onde está escrito OPD que no Canadá é sigla para "Officially Pronounced Dead" ou "Oficialmente Considerado Morto".

Se colocarmos um espelho no meio da palavra "heart"(horizontalmente), que está escrita no bumbo, aparece "HE DIE", algo parecido com "ele morre".





No álbum "Magical Mystery Tour" – 1967

No final da música Strawberry Fields Forever se ouve ao fundo John Lennon dizer "I buried Paul" (eu enterrei Paul). Outro fato estranho, você observa nesta foto, do encarte, onde Paul é o único dos quatro Beatles que está com um cravo preto na lapela do paletó, enquanto os outros estão com cravos vermelhos.



Se você olhar a capa do disco em um espelho as estrelas onde está escrito BEATLES formam um número de telefone, 2317438.



Quando se ligava para este número na época em que o disco foi lançado se ouvia a mensagem "You’re getting closer" (você está chegando perto). Na realidade se tratava de uma menina bem humorada que havia aderido à brincadeira sobre a morte de Paul.

Na capa deste álbum Paul estaria vestido de morsa, um símbolo da morte em algumas culturas. Existem dúvidas sobre quem realmente está vestido de morsa na capa do álbum, John ou Paul?

A figura caracterizada como uma ave verde ou coisa parecida está usando um par de óculos parecido com o de John Lennon; na listagem das canções dentro do álbum em "I Am the Walrus" (Eu sou a Morsa) está escrita entre parênteses logo abaixo "No you´re not! Say Little Nicola!” (Não, você não é! Diga pequeno Nicola). Ora, se John está clamando ser a Morsa na música por que alguém iria dizer que ele não é tal criatura? Mais tarde no Álbum Branco, Lennon em sua música “Glass Onion” fala: "and here´s another clue for you all…the walrus was Paul…" (e aqui outra pista para vocês todos… a morsa era Paul). No clipe de George Harrison da música "When We Was Fab", canção nostálgica sobre os tempos de Beatles, Ringo Starr participa em vários instantes e, em determinado momento aparecem, George c/ a guitarra, Ringo na bateria… e a Morsa tocando seu baixo Hofner!

Ouvindo I Am The Walrus (lembre-se que Paul é a morsa da capa) surge a mensagem "oh untimely death" (oh morte prematura). A frase aparece sem a necessidade de inversão da música junta com muitas outras ao final da música, incluíndo: "bury my body" e "what, is he dead?". Estas frases fazem parte de uma execução via rádio da peça King Lear de Shakespeare. Lennon as utilizou na edição com propósito desconhecido…

Na foto central do encarte, na pele de resposta da bateria de Ringo está escrito "Love 3 Beatles" lembrando que os BEATLES agora são apenas 3.







No "Álbum Branco” – 1968

Este álbum duplo marca o início da separação do grupo, marcado já pelos constantes desentendimentos, pela insatisfação de George com as poucas músicas que lhe são reservadas, e pela presença marcante de Yoko Ono. Como o nome do álbum diz, sua capa e contracapa são totalmente brancas, porém, o encarte traz imagens muito enigmáticas. No meio de um emaranhado de imagens fragmentadas e “aparentemente” sem nexo: uma foto de Billy Shears, apelido que os integrantes dos Beatles deram a William Campbell, o sósia de Paul.



Este álbum, a exemplo do que ocorre com quase todos da banda, contém também algumas mensagens audíveis. No final da música “I’m so Tired” existem murmúrios que soam como “Paul is dead, man – Miss him, Miss Him” ou “Paul está morto”, “Sinto sua falta”.

Na música Revolution #9, que seria sobre a morte de McCartney (o sobrenome tem 9 letras), há a frase "My fingers are broken and so is my hair" (meus dedos estão quebrados e meu cabelo também). Ao ouvir o verso "number nine" ao inverso surge a mensagem "turn me on dead man". Ainda ao inverso podem-se ouvir outras pistas, incluíndo "Let me out!". Seria McCartney gritando para sair de seu automóvel?

Nas fotos colocadas em várias partes do álbum duplo algumas curiosidades. Paul em uma banheira, com a cabeça para fora da água dando uma impressão assustadora de decapitação. Paul entrando em um trem ou em um ônibus e duas mãos "fantasmagóricas" prontas para leva-lo para o "outro lado" podem ser vistas atrás dele. Nas fotos em close dos 4 integrantes a de Paul revela a cicatriz da cirurgia plástica de Willian "Billy Shears" Campbell para aperfeiçoar sua semelhança com Paul. Mas obviamente a cicatriz faz parte do pequeno acidente de moto que Paul sofrera, cicatriz responsável também pelo bigode em Sgt Pepper.



- Na capa do "Abbey Road" – 1969

É sem dúvida a capa mais polêmica de todas e serviu de inspiraçao para "Paul is Dead", filme apresentado na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em outubro de 2000, que revive o boato da morte do ex-beatle Paul McCartney, em 1966, quando a banda estava no auge. Alguns estudiosos realmente constatam diferenças nas músicas compostas por Paul, antes e depois de 1966.



Um carro parece vir em direção a Paul. Ou, como os ingleses dirigem na mão esquerda, parece que o carro já atingiu Paul e segue em frente. No outro lado, entre John e Ringo, um carro de polícia está parado. Parece estar atendendo a alguma ocorrência, como um acidente de trânsito.



Pés descalços: Paul é o único beatle de pés descalços. Há um costume de ingleses ser enterrado de pés descalços. Detalhe: seus olhos também estão fechados. Talvez uma das maiores ‘pistas’ deixadas na capa é Paul segurando o cigarro na mão direita, uma vez que era canhoto.



A placa de um fusca que aparece à esquerda traz a inscrição LMW 28IF. O LMW poderia significar a abreviação de "Linda McCartney Weeps" (Linda McCartney Chora) ou "Linda McCartney Widow" (Linda McCartney Viúva). O 28IF seria "28 years IF alive", o mesmo que 28 anos SE vivo, se referindo à idade de Paul à época do disco, se não tivesse morrido. Paul, na verdade, tinha 27. Mas, era o dito, em religiões indígenas a idade de uma pessoa é contada a partir da gestação. Então ela já tem 9 meses quando nasce. Logo, Paul teria 28 anos, na época.





Em 12 de outubro de 1969, uma rádio de Detroit teria recebido um telefonema de um ouvinte apontando para algumas pistas em músicas e capas de discos que indicavam a suposta morte. Após a ligação ele divulgou a lista e improvisou outras informações.

Os jornais locais levaram a sério a brincadeira e publicaram a lista, a notícia se alastrou de tal forma nos Estados Unidos que obrigaram Paul McCartney, em férias na Escócia, a vir a público desmentir o boato.

A partir de então, vários livros foram escritos, sempre com fatos novos adicionados à lista inicial, especulações foram surgindo sustentando a versão, mas o mais provável, claro, é que o próprio grupo teria contribuído com os boatos para melhorar a divulgação e aumentar as vendas dos outros discos dos Beatles.

Na época nenhum corpo totalmente carbonizado (o que explicaria o fato de não se poder identificar o corpo) foi encontrado, nenhuma ocorrência policial ou relato de autópsia de um fato tão incomum foi relatado, além de não haver nenhuma testemunha do acidente.
Fonte: Minilua